20 de fevereiro de 2015

TALVEZ EU ENSINE O CAVALO A CANTAR!

Segundo uma velha história, uma homem condenado à forca por ofender o sultão sugeriu um acordo para o tribunal: Se eles lhe dessem um ano, ele ensinaria o cavalo do sultão a cantar, e ganharia a liberdade; se fracassasse, iria para a forca sem reclamar. Quando ele voltou à cela, um outro prisioneiro disse: "Você ficou maluco?". O homem respondeu: "Pensei: ao longo de um ano, muita coisa pode acontecer. Talvez o sultão morra, e o novo sultão me perdoe. Talvez eu morra; nesse caso não terei perdido nada. Talvez o cavalo morra; aí vou estar livre. E vai saber. Talvez eu ensine o cavalo a cantar!".


Steven Pinker (Do que é Feito o Pensamento, pág: 451)

Nenhum comentário: