19 de outubro de 2009

EVENTOS EVANGÉLICOS QUE DÃO APOPLEXIA

* Menino prodígio pregando, fantasiado de pastor. (Tenho vontade de esganar os pais, os líderes que deixam esse tipo de excrescência e a multidão imbecilizada que ainda consegue dar glória a Deus).

* Marcha para Jesus em São Paulo. (Sei que esse “carnaval-gospel-fora-de-hora” acontece em outras cidades, mas nenhum consegue ser tão ruim).

* Pastor entrevistando demônio. (Além de considerar desprezível o que um demônio tenha para dizer, acho esse tipo de coisa uma violência contra a dignidade humana).

* Evangelista empetecado prometendo prosperidade. (Tais mercadejadores da esperança povoarão a esfera mais baixa do mundo subterrâneo de Dante).

* Profecia em programa de rádio. (O pastor chuta afirmando que algum motorista está triste e que Deus mandou aquele recado; pateticamente acerta todas).

* Conferência missionária que atrela a miséria da Africa à idolatria. (As veias do meu pescoço incham quando ouço alguém dizer que os Estados Unidos ficaram ricos porque são “uma nação cristã”).

* Testemunho de cura divina em cruzada evangelística (Que tristeza ouvir velhinha contar que foi curada de caroço, dor nas pernas e da coluna! Os que têm o dom de cura devem dar plantão na Ala dos Indigentes do Hospital do Câncer ou em ClInica de Hemodiálise).

* Sermão entrecortado com língua estranha (Será que as platéias não percebem o exibicionismo?).

* Político se convertendo em ano eleitoral (Que mico; nojo se mistura com vergonha!)


Ricardo Gondim

3 comentários:

Ana Maria disse...

Boa noite menino!
Lendo seu texto, concordo que há muito exibicionismo.
Há interpretações de todas as maneiras sobre as religiões.
As vezes me pergunto: Se Deus é só um , por que várias religiões?
Sou católica, mas não tenho nada contra as religiões. Respeito-as.
Diego, obrigada pela visita e comentário. Aparece sempre por lá, ok? Que tal ser meu seguidor?
Pedi no seu orkut para vc me adicionar. Aguardo a aceitação.
Beijinhos no seu coração.
Se cuida meu menino!

D.Cosmo disse...

As religios ja creio terem nascidos da diversidade de pontos de vista, das nossas discordias, brigas, ideologias diferentes, da necessidade de hierarquia entre a humanidade etc...

Enquanto a religiao p mim em um relacionamento, nao se preocupe, é insignificante! xD

Ja add vc no orkut! e to seguindo vc la no seu blog! o seu é "atelier da poesia" né? pq na sua lista de "meus blogs" tem uns 6! xd
um beijooo

D.Cosmo disse...

A! E esse texto é do Ricardo Gondim (presidente da betesda)
BJ