7 de agosto de 2017

GENERAL

Sun Tzu

Um general deve punir seus soldados com severidade quando necessário, ministrar castigo e trabalho com discernimento, ou poderá ser facilmente desrespeitado. Se há confusão no acampamento, o comandante tem pouca autoridade. Recompensas em demasia significam problemas. Se o comandante teme pressionar seu exército por conta de motins e oferece gratificações para manter seus soldados de bom humor, certamente ele perdeu o respeito de seus homens. Se os soldados forem punidos antes mesmo de se afeiçoarem ao chefe, não demonstrarão respeito [Se tuas tropas só enfrentarem dificuldades e trabalho sem o devido reconhecimento, perderás o respeito de teu exércitopág128]. Portanto, os soldados devem ser tratados primeiramente com humanidade, porém, mantidos sob controle e disciplina. Isso irá garantir sua lealdade. Para isso, os comandos devem ser consistentemente reforçados durante o treinamento. Se o comandante for generoso, mas incapaz de fazer valer sua autoridade, seus soldados serão como crianças mimadas e ficarão inúteis. Um grande comandante deve ser calado, assegurando o sigilo; deve ser justo e honesto, mantendo a ordem; deve manter o povo na ignorância quanto aos seus planos.

Dê tarefas às tropas, mas não revele suas reais intenções; coloque-os frente a frente com o perigo, mas não revele as vantagens. Coloque suas tropas em situações de vida ou morte, em terrenos sem saída, só assim continuarão vivos. Somente quando se encontram em real perigo, os homens aprendem a transformar derrota em vitória.

"Um soberano jamais deve decidir pela guerra se estiver dominado pelo ódio ou vingança".

Sun Tzu (A Arte da Guerra; págs: 89, 97, 98, 108, 119, 120, 128 e 129)

Nenhum comentário: