2 de agosto de 2017

ESTRATÉGIA DE TEMPO

As condições básicas de combate envolvem dois elementos preciosos: energia e tempo.

Evite batalhas duradouras, busque a vitória rápida. Se a vitória custar a chegar, suas armas se desgastarão e as tropas ficarão desmoralizadas, e o entusiasmo tende a enfraquecer. Não vi bom exemplo de inteligência associada a decisões demoradas. Nunca houve estado que tenha sido beneficiado por uma guerra prolongada. A arte de melhor utilizar o tempo é estar um passo a frente do adversário, e vale mais que a superioridade numérica e os cálculos mais perfeitos com relação ao abastecimento.

Pode-se desmoralizar um exército inteiro e seu comandante ser levado a perder o ânimo. Na manhã da guerra a moral do inimigo está elevada, ao meio-dia começa a enfraquecer e a noite sua mente esta voltada para o retorno ao acampamento. Por isso, o comandante sábio evita um inimigo com a moral em alta e ataca-o quando moroso e inclinado a retornar. Essa é a arte de administrar humores. Se perceberes que o inimigo está animado e descansado, espera que o entusiasmo arrefeça e ele se vergue sob o peso do cansaço. Então, usa tuas tropas descansadas e bem alimentadas. Essa é a arte de administrar a força.

Sun Tzu (A Arte da Guerra; págs: 33, 34, 41 e 81)

Nenhum comentário: