5 de novembro de 2016

TEMPO FIQUE PARADO


Viro minhas costas para o vento
Para recuperar meu fôlego
Antes de começar novamente
Impulsionado
Sem um momento à perder
Para passar uma noite
Com uma bebida e um amigo

Eu deixei minha pele ficar tão desbotada
Eu gostaria de fazer uma pausa
Não importa o que eu finja
Como algum peregrino
Que aprende a transcender
Aprende a viver
Como se cada passo fosse o último

Tempo fique parado
Eu não estou olhando para trás
Mas agora eu quero olhar ao meu redor
Tempo fique parado
Ver mais das pessoas
E dos lugares que me cercam agora
Tempo fique parado

Congele esse momento
Um pouco mais
Faça cada sensação
Um pouco mais intensa
Experiência nos escapa...
Experiência nos escapa...
Tempo fique parado

Eu viro meu rosto para o sol
Fecho os meus olhos
Abaixo minhas defesas
Todas aqueles ferimentos
Que eu não posso curar

Deixo meu passado passar rápido demais
Sem tempo para uma pausa
Se eu pudesse desacelerar tudo
Como algum capitão
Cujo navio encalha
Posso esperar até que a maré retorne

Tempo fique parado
Eu não estou olhando pra trás
Mas agora eu quero olhar ao meu redor
Tempo fique parado
Ver mais das pessoas
E dos lugares que me cercam
Agora

Congele este momento
Um pouco mais
Faça cada sensação
Um pouco mais intensa

Faça cada impressão
Um pouco mais intensa
Congele esse movimento
Um pouco mais

A inocência se perde...
A inocência se perde...
Tempo fique parado
Tempo fique parado

Eu não estou olhando para trás
Mas agora eu quero olhar ao meu redor
Ver mais das pessoas
E dos lugares que me cercam agora
Tempo fique parado

O Verão está passando rápido
As noites ficando mais frias
Crianças crescendo
Velhos amigos ficando mais velhos

Congele este momento
Um pouco mais
Faça cada sensação
Um pouco mais intensa
Experiência nos escapa...
Experiência nos escapa...
A inocência se perde...

Rush (Time Stand Still)

Nenhum comentário: