10 de março de 2016

ALÉM DO ESPAÇO/TEMPO

Não se deixem enganar por aquilo que, num acesso de ridícula superficialidade, chamamos de "o presente". Não estamos apenas ampliados no tempo. Também no espaço nos projetamos bem além daquilo que é visível. Quando deixamos determinado lugar, deixamos para trás um pedaço de nós - permanecemos lá, apesar de partirmos.

"A vida não é aquilo que vivemos, é aquilo que imaginamos viver".


Pascal Mercier (Trem Noturno para Lisboa; págs: 224 e 252)

Nenhum comentário: