30 de julho de 2015

CONSTRUÇÃO SIMBÓLICA

Os produtos são muito similares entre si; por esse motivo, apelos de venda embasados exclusivamente em suas características perderam a força. Atualmente, entende-se que a publicidade deve ter um aspecto mais aspiracional, ou seja, que por meio da construção simbólica da peça publicitária, o consumidor passe a aspirar àquela situação desejável, intensa, rica e estimulante. Dessa maneira, o produto passa do papel central ao de coadjuvante. Em geral, a ligação é feita com signos de liberdade, poder e status.

O consumidor deseja a situação que está sendo oferecida, e o produto anunciado se apresenta como um "passaporte" para ela. A ideia que está por trás desse processo é a da emulação, que consiste em criar uma imagem, uma situação ideal na qual o consumidor se espelhe.

O que é vendido é uma situação à qual a dona de casa aspira: felicidade familiar. A mensagem subliminar é de que a margarina anunciada fará seu café da manhã mais feliz.


Celso Figueiredo (Redação Publicitária; Sedução pela Palavra; págs; 33 e 34)

Nenhum comentário: