3 de junho de 2015

"EU APROVEITO A PRIMEIRA OPORTUNIDADE PARA ASSUMIR A CULPA"

O líder de uma agência tem tanto o que fazer que só consegue se encontrar com os seus clientes em tempos de crise. Isso é um erro. Se você criar o hábito de visitar o cliente quando o clima é de bonança, estabelecerá um relacionamento fácil, que poderá salvar sua vida quando surgir uma tempestade. É importante admitir seus erros, e fazê-lo antes que seja acusado deles. Muitos clientes estão cercados por gente de caráter fraco, que pratica a fina arte de culpar a agência por suas próprias falhas. Eu aproveito a primeira oportunidade para assumir a culpa.

Não vou admitir que o meu pessoal seja torturado por tiranos e não publicarei uma campanha ditada por um cliente, a menos que acredite em sua validade. Quando você permite essas coisas, expõe ao perigo a reputação criativa da sua agência, que deve ser seu patrimônio mais valioso.

Não vale a pena curvar-se aos clientes em assuntos de alta estratégia. Também dispenso contas que não são lucrativas para a minha agência. Também abro mão de contas quando perco a confiança no produto. É flagrantemente desonesto um publicitário incitar os consumidores a comprarem um produto que ele não deixaria sua própria esposa comprar.


David Ogilvy (Confissões de um Publicitário: Págs: 108, 109, 111 e 112)

Nenhum comentário: