20 de abril de 2015

MINHA NOSSA, O TEMPO VOA



Minha nossa, o tempo voa
um passo e estamos na lua
próximo passo, nas estrelas.
Minha nossa, o tempo voa.
Talvez pudéssemos estar lá
em breve um bilhete de ida
a Marte.

Minha nossa, o tempo voa.
Um homem debaixo de uma
árvore uma maçã cai em sua
cabeça. Minha nossa, o tempo
voa. Um homem escreveu uma
sinfonia, é 1812.

Minha nossa, o tempo voa.
Quatro rapazes na Abbey Road
um esqueceu-se de calçar os sapatos
Minha nossa, o tempo voa. Um rap
sobre a rapsódia, um rei que ainda
nos noticiários, um rei para cantar
blues para vocês.

Minha nossa, o tempo voa.
Um homem num trenó de inverno
branco, branco, branco como a neve
Minha nossa, o tempo voa.
Um novo dia está a caminho
portanto, vamos deixar o ontem para lá.
Pode ser que a gente saia de novo
pode ser amanhã mas então
pode ser 2010.


Enya (My! My! Time Flies!)

Nenhum comentário: