17 de março de 2015

UM REFLEXO DAS INVENÇÕES

Como reflexo desse século de invenções, em muitos círculos europeus a morte já não era mais vista como um ato de Deus que podia ocorrer a qualquer hora. A raça humana era vista com otimismo exagerado, como a arquiteta e inventora de seu próprio futuro. Deus estava sendo desafiado por engenheiros, construtores de navios, bacteriologistas, cirurgiões e todos os outros heróis da nova tecnologia, assim como pelos líderes políticos, que estavam agora atacando muitos dos males do mundo existentes há muito tempo, incluindo a pobreza e a escravidão.


Geoffrey Blainey (Uma Breve História do Mundo, pág: 270)

Nenhum comentário: