1 de abril de 2015

A FALSA IDEIA DE SUBSTITUIÇÃO DO PRETENSO "REAL" POR UM "VIRTUAL"

Os museus virtuais provavelmente nunca farão concorrência aos museus reais, sendo antes suas extensões publicitárias. Representarão, contudo, a principal interface do público com as obras. Um pouco como o disco colocou mais pessoas em contato com Beethoven ou os Beatles do que os concertos. A falsa ideia de substituição do pretenso "real" por um "virtual" ignorado e depreciado deu lugar a uma série de mal-entendidos.


Pierre Lévy (Cibercultura, pág: 156)

Nenhum comentário: