7 de fevereiro de 2015

A MENTE MENTE

O homem se move e pensa o tempo todo, desde que nasce até a morte, de dia e de noite, acordado ou dormindo. No curso do tempo, porém, desativamos cada vez mais o corpo e ativamos sempre mais a mente. Não obstante, ainda levamos mais em consideração o cansaço, a doença, a beleza, as habilidades físicas, do que as habilidades e doenças mentais. Somos muito devotos do corpo, porque foi ele que nos salvou ao longo de milênios. Por isso descobrimos tardiamente a doença mental e algumas de suas terapias. Ainda hoje, se alguém está com febre é considerado doente, mas se está triste é considerado saudável. O tratamento psicanalítico ainda nos parece um luxo, enquanto o da pneumonia, uma necessidade.


Domenico de Masi (O Ócio Criativo: pág: 228)

Nenhum comentário: