27 de outubro de 2014

OLHOS DE CRIANÇA

Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do mundo.
Sei ter pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...


Alberto Caeiro

Nenhum comentário: