27 de outubro de 2014

EU TINHA 17 ANOS...

Esta manhã eu tinha 17 anos. Mal comecei a dança e já é hora de acabar o baile. Enquanto estava resolvendo quem eu ia ser quando crescesse um dia, minha acne desapareceu e aqui estão meus joelhos enrugados. Enquanto eu pensava que era ainda uma menina, meu futuro virou passado. Existe ainda poesia em mim e isso não parece justo...


Vilma Clóris de Carvalho

Um comentário:

Comissão do Memorial do Prece disse...

Curiosa a velhice. Corações cheios de sonhos ainda dúvidas, joelhos enrugados. Intrigante deve ser se sentir jovem sozinho