28 de novembro de 2012

O PROFISSIONALISMO É AMBIENTAL

O profissionalismo é ambiental. O amadorismo é antiambiental. O profissionalismo funde o indivídual em padrões de ambiente total. O amadorismo busca o desenvolvimento da consciência total do indivíduo e a consciência crítica das regras básicas da sociedade. O amador pode permitir-se a perda. O profissional tende à classificação e à especialização, a aceitar sem críticas as regras básicas do ambiente. As regras básicas fornecidas pela resposta em massa de seus colegas servem como ambiente penetrante do qual ele não tem consciência, mas que o satisfaz. O "expert" é o homem que fica parado.


Marshall McLuhan (O Meio é a Massagem)

15 de novembro de 2012

PERDENDO MINHA RELIGIÃO



A vida é maior,
É maior do que você,
E você não sou eu.
Os extremos que eu irei até
A distância em seus olhos.
Oh, não, eu falei demais,
Eu puxei o assunto...

Aquele sou eu no canto,
Aquele sou eu no centro das atenções,
perdendo minha religiao
Tentando me igualar a você,
E eu não sei se eu consigo fazer isso....

Oh, não, eu falei demais,
Eu não disse o suficiente.
Eu achei que ouvi você rindo,
Eu achei que ouvi você cantar,
Eu acho que pensei ter visto você tentar...

Cada sussurro
De cada hora acordado, estou
Escolhendo minhas confissões,
Tentando ficar de olho em você,
Como um bobo magoado, perdido e cego.
Oh, não, eu falei demais,
Eu puxei o assunto...

Considere isto
A dica do século,
Considere isto
O deslize que me deixou
De joelhos, no chão.
E o que aconteceria se todas essas fantasias
se tornassem realidade?
Agora eu falei demais...

Eu achei que ouvi você rindo,
Eu achei que ouvi você cantar,
Eu acho que pensei ter visto você tentar...

Mas aquilo foi apenas um sonho,
Aquilo foi apenas um sonho...

Aquele sou eu no canto
Aquele sou eu no centro das atenções,
Perdendo minha religião
Tentando me igualar a você,
E eu não sei se eu consigo fazer isso....

Oh, não, eu falei demais,
Eu não disse o suficiente.
Eu achei que ouvi você rindo,
Eu achei que ouvi você cantar,
Eu acho que pensei ter visto você tentar...

Mas aquilo foi apenas um sonho (tente... chore... por que... tente)
Aquilo foi apenas um sonho, apenas um sonho, apenas um sonho,
um sonho...


R.E.M. (Losing My Religion)

10 de novembro de 2012

JURAR FIDELIDADE JÁ É SER INFIEL

Por: Diego Cosmo
Jurar fidelidade já é ser infiel, fidelidade no final é amor, logo é sentimento, sendo sentimento, por natureza, a condição nos foge o controle, pois não controlamos nossos sentimentos, se assim fosse nem sequer sofreríamos, pois bastaria decidir não sentir mais sentimento doloroso algum. No ato de jurar sentimentos o que podemos concluir é que a intenção é muito boa, é começar bem, pois mostra a disposição de se dedicar ao relacionamento com uma pessoa. Se você acredita que se pode amar sem ser amado, pode concluir disso que o amor pode existir só, entre dois ele pode partir só de um. Como diz Rubem Alves: "Meu amor independe do que me fazes. Não cresce do que me dás. Se fosse assim ele flutuaria ao sabor dos teus gestos. Teria razões e explicações. Se um dia teus gestos de amante me faltassem, ele morreria como a flor arrancada da terra." O amor é incondicional, então não há promessa que garanta fidelidade, pois fidelidade é sentimento, não é abster-se de ficar com alguém por estar num outro relacionamento "oficial", mas, sim, não desejar ficar com outro alguém simplesmente porque com quem já se estar lhe basta como amante, essa é a verdadeira fidelidade. As juras e as promessas que inventamos servem como cabrejos para lhe darmos com a imprevisibilidade do futuro, são atitudes frágeis, elas nascem de nossa necessidade de segurança, do receio de sofrermos depois, mas o futuro é isso mesmo, a ansiedade surge exatamente disso, de nossa incapacidade de controlar o futuro. Mas o melhor que podemos fazer para justificarmos a vida é celebrarmos nossos sentimentos no hoje, afirmando cada momento para "que não seja imortal, posto que é chama, Mas que seja infinito enquanto dure".

É meu camarada..


"Não há mal pior
Do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa
É melhor que a solidão." 

Toquinho e Vinicius de Morais

6 de novembro de 2012

A PALAVRA DE DEUS É IMUTÁVEL?

Querida Dra. Laura

Muito obrigado por se esforçar tanto para educar as pessoas segundo a Lei de Deus. Eu mesmo tenho aprendido muito do seu programa de rádio e desejo compartilhar meus conhecimentos com o maior número de pessoas possível. Por exemplo, quando alguém se põe a defender o estilo homossexual de vida eu me limito a lembrar-lhe que o livro de Levítico, no capítulo 18, versículo 22, estabelece claramente que a homossexualidade é uma abominação. E ponto final... Mas, de qualquer forma, necessito de alguns conselhos adicionais de sua parte, a respeito de outras leis bíblicas concretamente e sobre a forma de cumpri-las:

01. Gostaria de vender minha filha como serva, tal como o indica o livro de Êxodo 21:7. Nos tempos em que vivemos, na sua opinião, qual seria o preço adequado?
02. O livro de Levítico 25:44 estabelece que posso possuir escravos, tanto homens como mulheres, desde que sejam adquiridos de países vizinhos. Um amigo meu afirma que isso só se aplica aos mexicanos, mas não aos canadenses. Será que a senhora poderia esclarecer esse ponto? Por que não posso possuir canadenses?
03. Sei que não estou autorizado a ter qualquer contato com mulher alguma no seu período de impureza menstrual (Levítico 18:19, 20:18 etc.). O problema que se me coloca é o seguinte: como posso saber se as mulheres estão menstruadas ou não? Tenho tentado perguntar-lhes, mas muitas mulheres são tímidas e outras se sentem ofendidas.
04. Tenho um vizinho que insiste em trabalhar no sábado. O livro de Êxodo 35:2 claramente estabelece que quem trabalha aos sábados deve receber a pena de morte. Isso quer dizer que eu, pessoalmente, sou obrigado a matá-lo? Será que a senhora poderia, de alguma maneira, aliviar-me dessa obrigação aborrecida?
05. No livro de Levítico 21:18-21, está estabelecido que uma pessoa não pode se aproximar do altar de Deus se tiver algum defeito na vista. Preciso confessar que eu preciso de óculos para ver. Minha acuidade visual tem de ser 100% para que eu me aproxime do altar de Deus? Será que se pode abrandar um pouco essa exigência?
06. A maioria dos meus amigos homens tem o cabelo bem cortado, muito embora isto esteja claramente proibida em Levítico 19:27. Como é que eles devem morrer?
07. Eu sei, graças a Levítico 11:6-8, que quem tocar a pele de um porco morto fica impuro. Acontece que adoro jogar futebol americano, cujas bolas são feitas de pele de porco. Será que me será permitido continuar a jogar futebol americano se usar luvas?
08. Meu tio tem uma granja. Deixa de cumprir o que diz Levítico 18:19, pois que planta dois tipos diferentes de semente no mesmo campo e também deixa de cumprir a lei, pois sua mulher usa roupas de dois tecidos diferentes, a saber, algodão e poliéster. Além disso, ele passa o dia proferindo blasfêmias e maldizendo. Será que é necessário levar a cabo o complicado procedimento de reunir todas as pessoas da vila para apedrejá-lo? Não poderíamos adotar um procedimento mais simples, qual seja, o de queimá-lo numa reunião privada, como se faz com um homem que dorme com a sua sogra, ou uma mulher que dorme com o seu sogro (Levítico 20:14)?

Sei que a senhora estudou estes assuntos com grande profundidade de forma que confio plenamente na sua ajuda. Obrigado de novo por recordar-nos que a palavra de Deus é eterna e imutável.


Carta de um ouvinte escrita a uma famosa locutora de rádio dos EUA chamada Laura Schlessinger que, perguntada sobre a homossexualidade, afirmou que se tratava de uma abominação, algo a ser repelido com horror, pois assim afirma a Bíblia no livro de Levítico 18:22.


A Arte de Argumentar (Antônio Suárez Abreu)

BARAKA