14 de fevereiro de 2011

ENIGMA


Levamos uma alma que não conhecemos e somos levados por ela. Quando o enigma se ergue sobre duas patas sem ter sido solucionado, é que chegou a nossa vez. Quando as imagens sonhadas beliscam o próprio braço sem acordar, somos nós. Porque somos o enigma que ninguém sabe resolver. Somos o conto encerrado em sua própria imagem. Somos os que andamos sem parar e nunca chegamos à claridade.


Jostein Gaarder (Maya; pág: 64)

Um comentário:

Facundo disse...

Muito massa!!!!!!!!!!!