16 de fevereiro de 2010

ADVERTÊNCIA!

Meu olho

"Um olhar que parecia uma advertência bíblica a todos aqueles que se deixam levar pela vida sem oferecer resistência".

"É a morte que confere ao instante a sua beleza e o seu pavor. Só através da morte é que o tempo se transforma num tempo vivo".

Pascal Mercier (Trem Noturno Para Lisboa; págs: 115 e 181)


Um relógio público localizado no alto de uma torre não só mostrava as horas, mas proclamava que o tempo não deveria ser desperdiçado, pois o dia do julgamento em breve chegaria e exigiria severamente que todos afirmassem ter usado diligentemente o tempo que lhes fora concedido pelo Senhor.

Geoffrey Blainey (Uma Breve História do Mundo, pág: 158)


"Quando recordamos os nossos dias, eles passaram num relance. O tempo não dura e ninguém tem muito para viver! ALGUMA COISA transpõe o tempo... O quê? O quê? O quê?"

Richard Bach (A Ponte Para o Sempre; pág: 157)

Nenhum comentário: