21 de outubro de 2009

DESCONTENTAMENTO INSTITUCIONAL

Por: Diego Cosmo

Nos convencermos a agir de acordo com o que somos e com o que é certo e justo independente da cultura do habitat ou qualquer outra regra do meio é de extrema importância para uma mudança significativa e evolução de uma sociedade que julgamos desconfigurada negativamente em vários pontos.

Orações a Deus de pedidos, súplicas etc, querer atualizá-lo, convencê-lo, lembrá-lo de algo é inútil a sua natureza e parece contraditório quando dizemos que Ele é o rei todo poderoso e que sabe de tudo, mesmo sem nunca ter agido como tal, nunca nos impondo nada.


Muitas instituições cristãs criaram e reproduzem a ideia de que devemos agradar a divindade para sermos abençoados, uma espécie de lógica mercantilista, submetendo várias pessoas a sacrifícios, humilhações, cumprimento de tarefas cansativas, fazendo Deus parecer um apreciador da dor e não do amor e da justiça. Como se a graça dependesse do sofrimento. Creio que todos esses rituais como jejum, promessas em nome de Deus seja um leve atraso na crença em idéias mitológicas, não fazendo sentido algum em um relacionamento embasado no amor.

Certas religiões usam as escrituras para manipular as pessoas de que precisam para sobreviver. Apesar disso tudo, Deus como um torcedor roxo da humanidade, nos deu amor suficiente para fazermos mudança, Ele nos ama incondicionalmente, nos da a capacidade de reagir e sermos livres, de fato livres, amar e ser humano.

11 comentários:

Lucas Queiroz disse...

Acho que a "gaia" da religião de certa forma modela e aprisiona as pessoas para que ela(religião) continue a existir !

Não podemos apenas rechaçar a religião pois apesar das práticas, liturgias, etc, em sua essência existe um significado que perpetuou na história da humanidade. Precisamos agora nesse mundo pos-moderno reconfigurar e trazer novas concepções e significados .. sem desrespeitar o próximo, esse é o desafio.

Ps1: Divide isso em parágrafos, fica ruim de ler !

Ps2: Também atualizei o meu blog !!

Abração !!

D.Cosmo disse...

É vero! a religião é uma espécie de ponte que nos ajuda a encontrar Ele, o triste é ver na maioria das vezes um visão distorcida da essência da divindade.

vlw pela contribuição aew!

Thaiz Geovana disse...

Oi Diego!
Obrigada pelos elogios e pela visitinha :D
To te seguindo hein!
Gostei do seu blog tambem, muito criativa suas postagens!
Beijos,*

Tetê disse...

Realmente, fazer sacrifícios e jejuns é desnecessário pois Cristo já fez o sacrifício por nós. Quanto aos rituais eles são necessários para a nossa disciplina. Só através dos rituais é que permanecemos ligados à Deus. É um mal necessário! Obrigada por sua visita!

Rodrigo Bentancurt disse...

Mas é que o Deus das religiões monoteístas não é receptivo, senão punitivo. Eu, particularmente, não acredito em nada, nada, nada!
E sobre a liberdade, convido-te a ler, em meu blog, diversos textos sobre esse assunto. www.pensamentofascinante.blogspot.com
Abraço!

D.Cosmo disse...

Bom... Apesar de tudo isso, a modificação das coisas com o tempo, a alteração que a própria bíblia deve ter sofrido com as mil pessoas que a escreveram e a traduziram etc! Os vários pontos de vista dos que escreveram a biblia também, todos os estudos cientistas sobre a origem do mundo, toda a historia da humanidade, não consigo ver sentido na existecia se nao existir algo sobrenatural além de TUDO.

vlw pela ajude ai Rodrigo!
vou da mais uma sacada la no seu blog!
um abraço

pastor guedes disse...

Prezado Diego, a Paz!

Quero agradecer por visitar o pastorguedes.blogspot.com e parabenizá-lo pela boa qualidade do conteúdo de seus posts.

Deus lhe abençoe.

Abraço.

Julie disse...

Vc é de alguma religião específica?

D.Cosmo disse...

Olha eu simplesmente tento entender cada vez mais sobre o Deus que os protestantes sempre falam e as idéias de Jesus, desde sempre cresci no meio evangelico e todo domingo vou pra betesda, se isso significa ser evangelico, eu devo ser mas nao me rotulo a religiao alguma

Facundo disse...

fícil desimpregar da cabeça das pessoas que o antigo testamento passou. não existe mais a sacralidade do templo, nem intervenções de sacerdotes nem nada parecido. o véu se rasgou. como diz a musica: "o véu que separava já não separa mais..."
nós hoje somos o templo. deus não é um gênio da lâmpada, nem um segurança particular onipotente que sempre está a postos quando a gente se encontra fudido.
deus é uma pessoa.
devemos buscar a deus não por interesse, necessidade. mas em adoração e contemplação.
enfim cara... assino embaixo!

D.Cosmo disse...

É... A modernidade chegou e evidenciou algumas coisas! xd