19 de dezembro de 2008

DEVIA...





"Devia ter amado mais, ter chorado mais, ter visto o sol nascer. Devia ter arriscado mais e até errado mais, ter feito o que eu queria fazer. Queria ter aceitado as pessoas como elas são, cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração. O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído. O acaso vai me proteger enquanto eu andar. Devia ter complicado menos, trabalhado menos, ter visto o sol se pôr. Devia ter me importado menos com problemas pequenos, ter morrido de amor. Queria ter aceitado a vida como ela é. A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier. O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído. O acaso vai me proteger enquanto eu andar".


Titãs (Epitáfio)

4 comentários:

Lucas Queiroz disse...

Ninguém pode voltar e criar um novo início, mas todo mundo pode começar hoje e criar um novo final.

Wendel Cavalcante disse...

Quando ouvi esta música pela primeira vez estava dentro de um ônibus...
A vontade que me deu naquela ocasião foi de descer na primeira parada e sair contando isso pra todo mundo!
Valeu por nos relembrar esta bela mensagem!
Abração!

Lia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julie disse...

O Tempo... Eclesiastés 3:1ao15


P.S: Deixei um comentário no "Trechos do Livro 'O Mundo de Sofia'".

P.P.S: Esse é meu perfil (Julienne)